Pó Facial Bionutritivo
Pó Facial Bionutritivo
Pó Facial Bionutritivo
Pó Facial Bionutritivo
Pó Facial Bionutritivo
Pó Facial Bionutritivo
Pó Facial Bionutritivo

Pó Facial Bionutritivo

Preço normal
R$ 85,90
Preço promocional
R$ 85,90
Frete calculado no checkout.

O Pó Facial Bionutritivo  da Linha Bioart Eco Make-up é o PRIMEIRO pó ecológico do mundo com uma poderosa composição natural de argila e tapioca. 

Sua função vai além de colorir e cobrir as imperfeições da pele, o PÓ FACIAL BIONUTRITIVO alimenta a derme do rosto e embeleza sem intoxicar com ingredientes prejudiciais como a maioria das maquiagens convencionais.
 
É o único pó de tratamento biomimético do Brasil, uma tecnologia Bioart, que imita de forma natural a cor da pele, sem uso de corante sintético, proporcionando uma tez aveludada e com efeito mate, deixando a pela jovem e bonita.
 

Equilibra a oleosidade e combate os poros abertos tão indesejáveis. Também é uma excelente opção para proteção solar sem química, proporcionando uma barreira física de proteção aos raios UV e às fortes luzes artificiais que também causam envelhecimento extrínseco da derme. E o melhor de tudo, atua no aumento da elasticidade da pele, desejo de todas as mulheres.
 
Uma maquiagem vegana que permite tratar a pele diariamente de forma inteligente, prática e consciente. Muito diferente de maquiagens convencionais que poluem e não dão respiro à pele.

Bioart - 4 g

COMPOSIÇÃO NATURAL E ORGÂNICA:
Kaolin, Titanium dioxide, Tapioca Starch

Certificado Mude:

Não testado em animais  

Produto Vegano

100% Ingredientes Naturais  

Sem fragrâncias e corantes artificiais

 

 Na mídia: Em entrevista ao O Globo, a dermatologista Dra Cintia Melo, diz que os produtos veganos são uma ótima opção para quem tem alergias ou outros problemas de pele. 

“Substâncias quimicamente sintetizadas nem sempre são ruins, mas algumas podem ter efeito cumulativo na pele e, a longo prazo, gerar danos. Já os produtos naturais, que são mais delicados e livres de conservantes, podem trazer benefícios com o uso contínuo. Além da produção ecologicamente sustentável, o risco de alergias pode ser menor nesse grupo devido a presença de biomoléculas, que costumam ser mais aceitas pelo organismo”

Fonte O Globo