Beleza natural é mesmo melhor?

Desmistificando o conceito de beleza natural com o Mude Orgânicos. 

Natural, orgânico, limpo, verde, não tóxico - todas essas palavras são usadas para descrever o enorme movimento em direção a uma indústria da beleza mais transparente. 

Ultimamente, as conversas sobre esse fenômeno estão aumentando e aparecendo até em varejistas grandes como a marca internacional Sephora e a nacional Natura. De acordo com uma pesquisa BAZAAR que a  Harper realizou no ano passado, quase 50% das mulheres pesquisadas (1.000 participantes entre idade, raça e etnia) afirmam usar produtos de beleza natural.

Beleza Natural

"Comprar beleza natural significa comprometer-se a cuidar do seu bem-estar pessoal e da saúde do planeta."

Dependendo da marca, empresa ou publicação, a definição de "natural" varia. Sem uma definição clara, o “marketing” verde tem a capacidade de se espalhar facilmente, então vamos te ajudar a acabar com a confusão.

Beleza natural refere-se a produtos para a pele e cosméticos feitos sem elementos comprovadamente prejudiciais às pessoas ou ao meio ambiente.

Exigimos transparência e qualidade com nossos alimentos, roupas e agora nossos produtos de beleza, mas afinal, é melhor do que optar pelo convencional? Ao fazer nossa pesquisa e fazer compras com cuidado, podemos separar o joio do trigo, ou os produtos tóxicos dos que são nutritivos para sua saúde.  

Como os produtos de beleza afetam nossa saúde 

Uma das diferenças mais chocantes entre produtos de beleza convencionais e naturais é a atenção aos ingredientes. Igual a indústria de alimentos, as marcas de beleza tradicionais vendem produtos com uma listas enorme de ingredientes que são impossíveis de entender.  Além disso, muitos desses ingredientes têm nomes complicados, tornando a lista muitas vezes inútil para o consumidor comum, não especializado no assunto.

Muitas instituições que fazem um trabalho sério de defesa da beleza natural descobriram que essas listas confusas escondem uma infinidade de produtos químicos tóxicos.  Na última década, escândalos após escândalos questionaram os produtos que colocamos em nossos corpos.

Parabenos, ftalatos e SLS (Lauril Sulfato de Sódio), por exemplo, foram expostos como conservantes possivelmente perigosos e auxiliares sintéticos. Por esses motivos, as marcas de beleza natural assumiram o setor e se apresentaram como alternativas mais saudáveis ​​para as grandes e tradicionais marcas de produtos de beleza.  

Mas aqui é onde fica complicado: a indústria da beleza - incluindo a indústria da beleza natural - é amplamente auto-regulada.

Podemos estar no escuro sobre os ingredientes da maioria dos produtos de beleza convencionais, mas também nem sempre sabemos a verdade sobre os produtos rotulados como "naturais".

Enquanto o marketing verde é quase exclusivamente usado em referência a roupas, o conceito causa estragos em muitas indústrias, incluindo esta. 

Beleza Natural Beleza Limpa Cruelty Free FaceIt Batons Veganos

Além disso, na comercialização de produtos de beleza naturais perpetua o conceito errado de que todos os produtos químicos são prejudiciais e todos os produtos naturais são não-tóxicos. Ainda sabemos muito pouco sobre os produtos que usamos, e nossa melhor aposta é dedicar algum tempo a analisar cada um deles antes de comprá-lo.

Como os produtos de beleza afetam o meio ambiente 

Junto com os alertas para a saúde relacionados à indústria da beleza, os produtos tradicionais também tem um grande impacto na emissão de carbono no meio ambiente.

Ingredientes como petróleo e silicone que são encontrados em produtos de beleza convencionais, não são apenas prejudiciais à saúde, mas prejudiciais ao meio ambiente. 

"O maior impacto ambiental é como os ingredientes tradicionais são extraídos ou fabricados - independentemente se ocorrerem naturalmente ou não". 

O impacto ambiental mais significativo é como os ingredientes tradicionais são extraídos ou fabricados - independentemente de ocorrerem naturalmente ou não.

Por exemplo, o óleo de palma é uma substância natural, embora os métodos usados ​​para colhê-lo muitas vezes retiram os nutrientes da terra, deixando um rastro de destruição para trás.

Algumas marcas de beleza natural ainda usam óleo de palma, mas especificam o uso do óleo colhido por empresas que adotam políticas de NDPE (sem desmatamento, desenvolvimento de turfa e exploração). Muitos ingredientes de beleza não são bons nem ruins, exigindo compras mais conscientes.

 "Todas essas embalagens usadas nos cosméticos contribuem para o transbordamento de aterros, a poluição oceânica dos plásticos e a epidemia de microplásticos". 

As embalagens também apresentam um grande problema. Em 2018, a revista Vogue publicou uma pesquisa de mercado da “Euromonitor” em uma matéria que falava sobre embalagens plásticas na indústria da beleza. A pesquisa mostrou que, em 2010, a indústria produziu 65,62 bilhões de unidades de embalagens plásticas e esse número cresceu para 76,8 bilhões em 2017. 

 

 

Almanati Cuidado Pele Rosto Cosméticos NaturaisToda essas embalagens contribuiem para o transbordamento de aterros, a poluição oceânica dos plásticos e a epidemia de microplásticos. A maioria das marcas de beleza natural resolveu encontrar alternativas sustentáveis ​​para embalagens desperdiçadas, como recipientes de vidro reutilizáveis ​​ou usando materiais reciclados, mas esse nem sempre é o caso, e é por isso que é essencial pesquisar antes de fazer uma compra.                    

 

 

Veja a linha completa da Almanati que usa embalagens de vidro.

 

Como comprar um melhor tipo de produtos de beleza? 

E qual é a conclusão? As marcas de beleza natural estão fazendo um esforço transparente para proteger nossa saúde e a saúde do planeta, investindo em ingredientes de origem responsável.

No entanto, continua sendo essencial que os clientes façam compras conscientes, buscando além dos rótulos dos produtos de beleza. 

"Continua sendo vital que os clientes façam compras conscientes, buscando além dos rótulos dos produtos de beleza.”

Além de ser mais ético, a chave aqui é evitar reivindicações generalizadas e palavras vagas.

Certificações do Mude Orgânico Natural Vegano Não testado em animais

Em vez disso, reserve alguns minutos extras para ler a lista de ingredientes de um produto e dar uma olhada no site da empresa.

Se uma marca de beleza afirma ser natural, mas não fornece detalhes de suas certificações, provavelmente é marketing verde – não caia nessa.  

LiveAlor Produtos Orgânicos Certificados

Exemplo de marca que tem certificação orgânica. Veja todos os produtos da LiveAloe aqui. 

Considere as seguintes perguntas ao pesquisar uma marca, assim você vai  obter informações sobre ingredientes, a ética da empresa e suas práticas sustentáveis. 

  1. Como você embala e envia seus produtos?
  1. Sua marca apoia organizações ambientais?
  1. Como você garante que seus ingredientes sejam adquiridos eticamente?
  1. De onde você tira seus ingredientes?
  1. Você poderia fornecer uma análise transparente de sua cadeia de suprimentos?

*NOTA: nós do Mude mandamus essa lista de perguntas para os nossos forncedores e vamos compartilhar as respostas aqui em breve!

 

Como beleza natural significa algo diferente para cada empresa e cliente, é importante conhecer seus valores e fazer compras alinhadas às suas crenças.

Nenhuma empresa pode fazer tudo, embora muitas estejam fazendo progressos genuínos em direção a uma indústria de beleza melhor.

E esse é o primeiro passo para mudar fazer a diferença.

Mude com a gente!

www.mudeorganicos.com.br

 

Esse texto foi traduzido a partir desse artigo da The Good Trade.

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados